domingo, 30 de outubro de 2011

Os gols do terceiro título estadual da ADC Intelli

A equipe de Orlândia derrotou o Santos na decisão

Santos perde o título estadual, mas artilharia vai para a baixada

Em Orlândia Deives marcou o vigésimo gol no estadual e selou a artilharia
Foto: Márcio Damião

Depois de vencer a primeira partida da decisão do Campeonato Paulista de Futsal, realizada na Arena Santos, pelo placar de 6 a 4, o Santos FC foi até Orlândia no último sábado (29) e acabou ficando com o vice-campeonato da competição paulista.

O time da baixada precisava de um empate para ficar com o título, mas perdeu no tempo normal por 4 a 1 e empatou na prorrogação em 2 a 2, resultado que deu o título à equipe do Interior, que tinha a vantagem da igualdade no tempo extra.

Deives marcou no tempo normal, enquanto Jackson e Bruno Souza fizeram os gols no tempo extra. O gol anotado pelo pivô Deives foi o vigésimo do jogador na competição, que teve o alvinegro em quadra em 25 jogos. O tento foi uma afirmação da artilharia, que antes da partida já era liderada pelo camisa 10.

A consagração como maior goleador do Campeonato Paulista não é novidade para Deives, em todos os estados que passou, o jogador ficou conhecido pelo faro apurado para balançar as redes e sempre deixou sua marca.

Em 2004, Deives foi o artilheiro do Campeonato Metropolitano, no Rio Grande do Sul, e no ano seguinte, ainda em terras gaúchas, repetiu o feito no Metropolitano e foi também artilheiro do Estadual.

Depois disso o jogador permaneceu um período atuando fora do Brasil, não foi artilheiro, mas na Espanha, foi eleito pela imprensa como revelação do campeonato espanhol na temporada 2007/08.

Deives voltou ao seu país em 2009 e com ele sua predestinação em estufar as redes. Defendendo as cores da Unisul, da cidade de Tubarão (SC), o jogador marcou 108 gols nas temporadas de 2009 e 2010, sendo 48 gols no primeiro ano e 60 no segundo.

Como se não bastasse, em seu último ano na equipe tubaranense, em 2010, foi o artilheiro do campeonato Catarinense, quando marcou 28 gols em 22 jogos.

Menos de um ano depois, o matador encerra sua primeira participação em um Campeonato Paulista e vestindo a camisa do peixe manteve a tradição de ser um dos maiores artilheiros do país.

O camisa 10 não esconde a alegria de mais essa marca pessoal, mas confessa que queria mais:

_ “Como prêmio individual é muito gratificante. Estou feliz por ter alcançando esta marca em meu primeiro ano atuando em São Paulo. É uma pena que a comemoração não possa ser completa com a perda do título”, disse.

Apesar da decepção pela segunda colocação em São Paulo, Deives garante que isso não irá atrapalhar a caminhada na Liga Futsal.

_ “Temos uma partida complicada contra o Florianópolis já na próxima quinta-feira (03) e não podemos nos abater. Temos plenas condições de disputar as finais e vamos lutar muito para que isso aconteça”, Explicou.

A partida da próxima quinta-feira é a primeira da semifinal da competição e acontece no Ginásio Jones Minosso, em Lages (SC), a partir das 18h30 e terá a transmissão do canal SporTV.

Intelli bate o Santos e fica com o tricampeonato estadual

Campeão e capitão em 2010, Marinho voltou a levantar a taça de campeão estadual
Foto: Márcio Damião

Indo contra todos os prognósticos e previsões de quem é especialista no assunto ou não, a ADC Intelli/Orlândia sagrou se Tricampeã Paulista de Futsal neste sábado (29), ao bater a poderosa equipe do Santos FC, que é base da Seleção Brasileira, no ginásio Maurício Leite de Moraes, em Orlândia, no tempo normal pelo placar de 4 a 1 e empatando na prorrogação em 2 a 2.

A história da conquista repete o que aconteceu nas decisões de 2003 e 2010, quando a equipe de Orlândia garantiu seus primeiros títulos e assim como na decisão deste ano, sempre bateu os favoritos. Outra coincidência é que a Intelli sempre foi algoz dos chamados ‘times de camisa’, clubes tradicionais por suas equipes no Futebol.

Foi assim em 2003, quando o Palmeiras era o grande favorito na decisão e sucumbiu na final diante do time alvigrená e foi assim na temporada passada, quando a forte equipe do Corinthians, que havia acabado de conquistar a Taça Brasil de Clubes e era sensação de 2010, também caiu diante da força intelliana.

Neste ano, o Santos era e continua sendo considerado como favorito a todos os títulos que vier a disputar, até mesmo de acordo com as palavras do técnico da Intelli, Cidão:

- “A equipe do Santos sempre será favorita a tudo o que disputar, tem uma diretoria, jogadores e uma comissão técnica que dispensam qualquer comentário, isso é fato. As vezes falta um pouco de respeito de um ou outro meio de comunicação, mas em geral, os comentários são respeitosos e em cima da história de todos no Santos, o que é indiscutível ”, comentou o comandante intelliano.

O maior exemplo dos exageros que aconteceram antes da decisão se revelou no texto do Jornal A Tribuna, da cidade de Santos, que baseado nas estatísticas dos outros jogos entre Intelli e Santos na temporada, estampou em sua edição da última quarta-feira (26) que “Bater a equipe de Orlândia não será tarefa difícil para o Santos.”

Felizmente para os orlandinos e infelizmente para os santistas, estatísticas nem sempre saem do campo das probabilidades para se tornar acontecimento.

PRIMEIRO TEMPO ACABA SEM GOLS:
Como era de se esperar o início da etapa inicial foi da parte defensiva. As primeiras chances de gol só aconteceram aos sete e ao nove minutos e foram do Santos. Na primeira, Índio desceu pela direita e acertou o travessão de Guitta. Na segunda, novamente Índio recebeu, desta vez pelo lado esquerdo e bateu por cima da trave.

Os lances seguidos deixaram apreensiva a torcida alvigrená, que lotou as dependências do Maurício Leite de Moraes, mas um minuto depois, Augusto bateu da marca do pênalti e por muito pouco não abriu o placar, reacendendo o caldeirão intelliano.

Aos 13min00 foi a vez da Intelli chegar com perigo. Macdovall finalizou e Djony defendeu, no instante seguinte Neto cobrou falta para o Santos e Guitta, atento, foi buscar no ângulo, garantindo a igualdade.

No minuto posterior uma nova falta, desta vez a favor da equipe da casa, quase tirou o primeiro zero do placar. Darlan usou a potente canhota e desta vez foi Djony que segurou o empate, situação que permaneceu e as equipes foram para os vestiários sem comemorar.

INTELLI GOLEIA NO SEGUNDO TEMPO E LEVA A PARTIDA PARA A PRORROGAÇÃO
Se em 20 minutos do primeiro tempo o gol não aconteceu, bastaram 12 segundos da etapa final para a Intelli inaugurar o marcador. Em uma tabela perfeita entre Leandro e Macdovall, o segundo recebeu, segurou a bola de costas para o gol e rolou para Leandro que bateu rasteiro no canto direito de Djony, fazendo 1 a 0.

Entre 23 e 25 minutos, Guitta realizou três belas defesas seguidas, em dois chutes desferidos pelo fixo Neto e um do ala Pixote e segurou a vantagem intelliana.

A pressão serviu apenas para acordar o gigante no caldeirão, que soube esperar o momento certo de sair no contra ataque. Aos 28min00 o time da Intelli interceptou um ataque santista, Marlon conduziu a bola na ala direita e tocou para Genario, que rolou para o fundo da rede fazendo 2 a 0.

Pouco depois, novamente Genario teve duas chances de ampliar, na primeira Djony defendeu e na segunda, Ricardinho tirou em cima da linha.

Na metade do primeiro tempo, o Santos veio com Falcão na função de goleiro linha e na primeira bola, Deives apareceu dentro da área para diminuir, 2 a 1.

Depois do gol o Santos voltou a acreditar e seguiu com o gol linha, se alternando em quadra com os selecionáveis: Falcão, Neto, Jackson, Pixote, Deives e Valdin.

Porém, a defensiva da Intelli não deu mais chances e ainda se aproveitou do gol linha adversário. Faltando 02min30, Marinho roubou a bola e deixou para Caio, que bateu de longe e aumentou para 3 a 1.

Vinte segundos depois, em outra bola recuperada, Marlon, da meta orlandina finalizou e estufou pela quarta vez na noite a rede santista, acabando com as esperanças de reação do time da baixada e levando o jogo para a prorrogação.

EMOÇÃO ATÉ OS SEGUNDOS FINAIS DA PRORROGAÇÃO
No tempo extra, a Intelli, que fez uma melhor campanha durante a competição, passou a jogar pelo empate e nos primeiros instantes essa vantagem aumentou. Aos 40 segundos, Leandro recebeu na área e tocou na saída de Djony fazendo 1 a 0 para a Intelli na prorrogação.

No segundo período o Santos chegou a esboçar uma reação se utilizando de Pixote de goleiro linha, o jogador bateu de longe, a bola bateu despretenciosamente na cabeça de Valdin e sobrou para jackson, que bateu rasteiro e empatou.

Mesmo com a igualdade a Intelli não se abateu e no lance seguinte voltou a ficar na frente. Guitta lançou Genario, que de cabeça completou para as redes, 2 a 1.

O Santos, que para sagrar-se campeão necessitava da vitória, continuou com o goleiro linha e faltando 50 segundos empatou por meio de Bruno Souza, mas não foi o suficiente para tirar o bicampeonato seguido, o tri em número de títulos e o brilho da Intelli em seu caldeirão.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Veja os 10 gols do primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista entre Santos e Intelli

Baixe o Adobe Flash Player


IMAGENS: TV TRIBUNA

Krona goleia e está na semifinal do catarinense

A Krona/Joinville/Dalponte está na semifinal do Campeonato Catarinense da Divisão Especial de Futsal. A vaga foi confirmada nesta quarta-feira (26/10), com a vitória sobre o Hipper Freios/Unisul, por 6 a 1, no ginásio da Univille, em Joinville. O tricolor encerra os playoffs quartas-de-final com dois triunfos diante da equipe de Tubarão. Na próxima fase, o adversário será o Águia/Seguros, de Concórdia.

Mesmo com a vantagem do empate para garantir a vaga na semifinal do campeonato, a equipe da Krona/Joinville/Dalponte enfrentou a Unisul atuando ofensivamente, partindo em busca da vitória. Diante da ousada proposta do tricolor, o time de Tubarão passou o primeiro tempo marcando na quadra de defesa.

A situação do adversário começou a ficar complicada aos 13 minutos. Inspirado, o ala Murilo arrancou em velocidade pela ala esquerda e chutou para abrir o placar. A torcida joinvilense ainda comemorava o gol, quando novamente Murilo apareceu decisivamente. Desta vez, o jogador driblou o adversário e tocou por cobertura na saída do goleiro Nilton: 2 a 0.

O embalo continuou no segundo tempo. Aos oito minutos, Gessé fez grande jogada individual antes de concluir da entrada da área para ampliar. A Unisul conseguiu descontar poucos segundos depois, através de Acco.

Com maior volume de jogo e eficiente nas finalizações, a Krona abriu ainda mais a vantagem. Silon marcou o quarto, após completar excelente passe de Rubinho. Já o quinto tento foi anotado pelo próprio Rubinho, que acertou o ângulo da meta defendida por Nilton. Antes do fim, o ala Leco deixou sua marca e fechou a contagem. Placar final: Krona/Joinville/Dalponte 6 x 1 Hipper Freios/Unisul.

Além da vitória e da classificação às semifinais do campeonato estadual, a Krona/Joinville/Dalponte manteve a invencibilidade na competição, alcançando agora 12 jogos sem derrota. “Encontramos uma maneira de jogar e estamos evoluindo. A vitória reforça o que o grupo vem fazendo diariamente”, destacou o técnico Maneca.

As datas para os confrontos semifinais não foram confirmadas pela Federação Catarinense de Futsal. O primeiro jogo será em Concórdia, no oeste do estado. Já a partida da volta será na cidade de Joinville. Krona/Joinville/Dalponte e Águia/Seguros decidiram a última edição do Campeonato Catarinense de Futsal.

Com dois gols, Darlan foi o destaque da Intelli contra o Santos

Darlan em ação contra o Santos, na primeira partida decisiva do paulistão

O Darlan voltou... O canto ecoou das arquibancadas do setor A da Arena Santos, local onde pouco mais de 30 torcedores intellianos assistiam a partida entre Santos e Intelli, na decisão do Campeonato Paulista e se espalhou pelo ginásio completamente tomado de alvinegros na terça-feira (26).

A manifestação não foi um simples canto de torcida e sim um desabafo, de quem viu um de seus maiores ídolos fora das quadras, depois de sofrer uma grave lesão no joelho, no primeiro jogo da temporada.
Se existia alguma dúvida se ele voltaria a fazer a diferença, ela se desfez quando a bola atingiu o fundo da rede do goleiro Djony, na primeira grande decisão do maior paulistão de todos os tempos.

Dois gols diante do Santos, de Falcão, Valdin e outros atletas que servem a Seleção Brasileira, além de milhares de torcedores santistas, marca o retorno em alto nível, deste que pode ser considerado uma das maiores revelações de sua geração.

Foram mais de cinco meses longe das quadras, mas o confronto da Arena não foi o primeiro jogo de Darlan depois disso, o camisa 13 retornou oficialmente em uma partida do Campeonato do Interior, há duas semanas, quando entrou para a cobrança de uma falta, mas voltar a atuar em grande estilo, como foi contra o Santos, surpreendeu até mesmo o próprio Darlan:

_ “Pensei em estar recuperado a tempo de jogar as finais e de repente ajudar meus companheiros, mas do banco de reservas, entrar e ainda marcar dois gols em um jogo desse porte me deixou muito feliz e confesso que um pouco surpreso também”, Declarou Darlan.

O ala ainda acredita que é possível reverter a vantagem adquirida pelo Santos, depois de vencer a primeira partida por 6 a 4. O time alvinegro precisa apenas de um empate para voltar para a baixada com o título:

_ “Jogamos de igual para igual com o Santos, o diferencial é que eles aproveitaram os contra ataques. Em Orlândia esperamos que seja diferente, nossa equipe cresce diante de nosso torcedor, já revertemos situações que pareciam irreversíveis e vamos lutar para ‘aprontar’ de novo”, comentou o jogador.

Artilheiro da competição, Deives avalia primeiro jogo da decisão e espera dificuldades em Orlândia

Deives, do Santos, já marcou 19 vezes na competição

Dez gols diante de uma Arena Santos completamente lotada, foi assim que a primeira partida decisiva do Campeonato Paulista Série A1, entre Santos e Intelli, entrou para a história do salonismo nacional.

A equipe alvinegra entrou em quadra nesta quarta-feira (26) sem poder pensar em outro desdobramento que não fosse a vitória, para reverter a vantagem intelliana de jogar por empates, conquistada por ter a melhor campanha geral nas outras fases e não deu outra, Santos 6 a 4.

Pixote (03), Falcão (02) e Valdin (01) fizeram os gols do peixe, já para a Intelli, Marlon fez o primeiro, Marinho também marcou e o canhoto Darlan anotou duas vezes. Mas apesar da derrota, foi a Intelli quem saiu na frente, um momento de apreensão para os santistas:

_ “O momento mais difícil foi depois de sofrer o primeiro gol, é complicado em uma decisão, contra uma grande equipe e ainda diante de seu torcedor, sair atrás no placar, mas mantivemos a calma e conseguimos virar ainda no primeiro tempo, o que deu tranquilidade para construir o resultado no segundo tempo”, Explicou o pivô Deives, artilheiro da competição com 19 gols.

No segundo e último jogo, que acontece em Orlândia no próximo sábado (29), a equipe alvinegra joga por um empate para sacramentar o primeiro título estadual de sua história. A Intelli precisa da vitória por qualquer diferença de gols no tempo normal, para levar a partida para o tempo extra e jogar por um empate. Mesmo com a vantagem, os atletas santistas sabem que encontrarão dificuldades.

_ “Não tem nada ganho, jogar em Orlândia é sempre muito difícil, o time deles cresce ainda mais com a torcida a favor, vamos entrar em quadra cientes disso e com atenção redobrada”, comentou Deives.

A delegação santista segue para o interior paulista nesta quinta-feira (27). O duelo decisivo acontece no ginásio Maurício Leite de Moraes, a partir das 17h55 e terá a transmissão do canal ESPN Brasil.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Técnico Paulo Mussalém vai deixar o Carlos Barbosa

Treinador exibe alguns dos troféus que ganhou no Carlos Barbosa (Foto: Divulgação)-

Técnico multicampeão pelo Carlos Barbosa, Paulo Mussalem trocará a equipe gaúcha pelo Imperial, de Petrópolis (RJ), a partir do início de 2012. Mussalem volta ao Rio após quatro anos. Seu último time no estado foi o Teresópolis, em 2007, onde conquistou o Campeonato Carioca sobre o Petrópolis. O Imperial foi fundado no início deste ano.

- Eu volto para o Rio para ficar mais perto da minha família, trabalhar pelo meu estado depois de muito tempo fora, e pelo desafio de investir num novo projeto que acredito que vai dar frutos - afirmou o treinador.

Eleito o melhor técnico do mundo em 2009, Mussalem está entre os principais treinadores brasileiros de futsal, tendo conquistado, neste ano, a Superliga Futsal, o Campeonato Sul-Americano de Clubes Zonal Sul e o Campeonato Sul Americano de Clubes, na Venezuela. Além dos títulos, ainda foi o vice-campeão intercontinental de clubes e está na semifinal da Liga Futsal.

Sobre o desafio de treinar o Imperial, o treinador sabe que o projeto é novo e, por isso, não espera grandes títulos imediatamente. Contudo, ele acredita que o trabalho sendo bem feito poderá render grandes frutos.

Sempre fui partidário de que precisa-se de tempo para amadurecer uma ideia, e a equipe é assim também. É necessário estruturar-se e criar condições favoráveis para que se possa, a médio e longo prazo, colher estes frutos - explicou Mussalem, que já acompanha o trabalho que vem sendo desenvolvido em seu novo clube.

- Os resultados estão muito bons. A comissão técnica e atletas são sabedores da responsabilidade que assumiram e estou acreditando que irão continuar a fazer uma bela campanha - comentou.

FICHA TÉCNICA:
Nome: Paulo Cesar Mussalem
Data de nascimento: 18/03/1947
Formado em Educação Física pela UFRJ
Times que treinou: Carioca da Gavea; Atlantica Boa Vista; Bradesco; Flamengo; Grajaú Tênis; Teresópolis; Enxuta (RS); Perdigão de Videira (SC); Água Branca (SP); Vasco da Gama (RS); UNESC(ES); Atlantico Erechim (RS); Orlandia (SP); Carlos Barbosa (RS); Seleção Brasileira
Títulos:
Campeão Mundial FIFA (Espanha 2004)
Tricampeão Carioca;
Tricampeão Capixaba (1998-1999-2000);
Bicampeão Paulista
Campeão Catarinense (1986)
Tetracampeão Brasileiro (1984 – 1987 – 1988)
Tricampeão Gaúcho (2004 – 2009 -2010);
Bicampeão Sul Americano (2003-2011)
Eleito Melhor treinador do mundo (2009);
Três vezes melhor técnico da Liga nacional (2001 – 2005 - 2009);
Bicampeão da Liga Nacional (2001- 2009);
Campeão Brasileiro (2009);
Campeão Super Liga (2011);
Campeão Sul Americano com a Seleção Brasileira (1986).

Texto: Site sportv.com

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Krona em quadra para nova “decisão” na temporada

O duelo desta quarta-feira (26/10), às 20h, no ginásio da Univille, em Joinville (SC), é encarado como uma nova decisão na temporada para os atletas da Krona/Joinville/Dalponte. Atual bicampeão estadual, o tricolor recebe o Hipper Freios/Unisul de olho em uma vaga na semifinal do Campeonato Catarinense da Divisão Especial de Futsal.

Depois de conquistar a vitória no confronto de ida das quartas-de-final, por 3 a 1, na cidade de Tubarão, a Krona/Joinville/Dalponte tem a vantagem do empate para garantir a classificação. Já a Unisul precisa vencer no tempo normal, por qualquer resultado, para levar a disputa à prorrogação.

O encontro vai marcar o retorno do ala Murilo, que cumpriu suspensão automática na última partida da equipe. Aos 22 anos, o jogador segue confiante na luta pelo tricampeonato consecutivo do tricolor. “Participei dos dois títulos estaduais pela Krona e sei da dificuldade que é chegar ao topo. Não podemos errar nesta reta final e precisamos do apoio da torcida”, revelou.

Os ingressos para o confronto estarão à venda a partir das 19h desta quarta-feira (26/10), dia do jogo, nas bilheterias do ginásio da Univille. As entradas seguem com os valores de R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia-entrada). Crianças até dez anos terão acesso livre.

Renan Pereira
Assessoria de Imprensa Krona Futsal

Suzano arranca empate nos segundos finais

Em mais um desafio válido pela fase classificatória do Campeonato Metropolitano A1, o Suzano/Drummond/Penalty foi até a cidade de Hortolândia (Interior de SP), onde enfrentou o Pulo do Gato/Wizard e empatou por 2 x 2.

Lucas abriu o placar a favor dos campineiros nos últimos minutos da primeira etapa. Em seguida, Newtinho empatou o duelo. Depois foi a vez de Thiago voltar a balançar as redes para o time local. Porém, nos últimos segundos da partida, Matheus garantiu o empate.

O Suzano/Drummond/Penalty volta a jogar pelo Metropolitano na próxima quinta-feira (27), às 20h, contra o A.Sabesp/Sejelp/Pinda, no Ginásio Rita Eny Candido, em Pindamonhangaba - Vale do Paraíba.

O Pulo do Gato encara o próprio Suzano, no próximo dia 1, às 19h, no Ginásio Roberto David.

Gilberto Santos

Campeonato do interior tem novo líder

Um dos destaques do jogo, Felipinho marcou três vezes

Com três gols de Felipinho, o São Paulo/ Marília/ Construban goleou a Saec/Recon/Faculdade Calafiori por 5 a 1 nesta terça-feira (25). Johnny e Elisandro marcaram os outros dois gols do Tricolor que venceu o adversário em São Sebastião do Paraíso (MG). Rogério anotou para os donos da casa.

Com o resultado, o time são-paulino é o atual líder do Campeonato Paulista do Interior com 13 pontos em seis jogos --quatro vitórias, um empate e uma derrota.

O elenco comandado pelo técnico Flávio Cavalcante volta a jogar na sexta-feira (28), também fora de casa, contra a Fib/Bauru, às 20h. A partida marcará o retorno do goleiro Chico, recuperado de lesão, ao time do São Paulo.

Sétima colocada, a equipe da Saec recebe no sábado (29), às 20h, o time da AA Itapeva.

Texto: Fábio Rodrigues

domingo, 23 de outubro de 2011

Confira todos os campeões do Campeonato Paulista de Futsal

ADC Intelli e Santos iniciam a caminhada rumo ao título do Campeonato Paulista de Futsal nesta quarta-feira (26). A Intelli busca o terceiro título, já o time alvinegro chega a uma decisão pela primeira vez e quer sua primeira conquista, confira abaixo as equipes que tem em sua galeria a 'taça' do estadual:


Santos inicia caminhada em busca do primeiro título estadual

Deives, do Santos, está perto de ser o artilheiro da competição

Finalista do Campeonato Paulista Série A1 pela primeira vez, o Santos FC enfrenta a ADC Intelli/Orlândia, que busca seu terceiro título estadual, depois de ser campeã em 2003 e 2010, a partir da próxima quarta-feira (26).

O alvinegro eliminou na semifinal o São Paulo/Marília, enquanto o time alvigrená bateu a AABB/Mapfre. O primeiro confronto decisivo será na Arena Santos, no litoral paulista, às 19h55 e terá a transmissão ao vivo do Canal ESPN Brasil.

O jogo que definirá o campeão da temporada 2011 está programado para o dia 28, às 20h55, no ginásio Maurício Leite de Moraes, em Orlândia, mas ainda pode ser alterado para o sábado (29).

Deives, artilheiro do estadual com 19 gols está ansioso para a decisão e tem seus motivos:
_ “É a primeira vez que disputo o paulistão, que considero um dos maiores campeonatos do Brasil e já chegamos à final. Além disso, tenho grandes chances de ser o artilheiro da disputa, quero muito trazer esse primeiro título do estado para a baixada e a ansiedade existe sim.” Disse

O jogador mais próximo de Deives na briga pela artilharia é o pivô da ADC Intelli, Genario, que já marcou 14 vezes. Vilian, da AABB, é o vice-artilheiro, com 18 gols, porém, deixou a competição na fase semifinal.

Intelli e São Paulo empatam em Marília, em noite dos goleiros

MACDOVALL FEZ O PRIMEIRO GOL DA INTELLI
O ginásio da ADPM, na cidade de Marília, foi o palco de São Paulo/Marília/Construban e ADC Intelli/Orlândia, no início da noite deste sábado (22), em partida válida pelo Campeonato do Interior e em uma noite de gala de ambos os goleiros, o empate em 2 a 2 prevaleceu. Os gols da Intelli foram marcados por Macdovall e Leandro e do lado tricolor, Leandrinho e Jé.

Com o resultado, a Intelli segue liderando a competição, com 10 pontos em 04 jogos. O São Paulo está na segunda colocação, com a mesma pontuação, porém, com um jogo a mais.

Esta foi a última partida intelliana antes da grande decisão do Campeonato Paulista Série A1, frente ao Santos FC, que terá seu primeiro duelo na quarta-feira (26) na Arena Santos. O São Paulo volta à quadra na próxima terça-feira (25) na cidade de São Sebastião do Paraíso, quando enfrenta o SAEC, novamente pela competição interiorana.

A partida foi totalmente equilibrada, mas quem começou dando as cartas foram os anfitriões, que abriram o placar com Leandrinho aos 02min10.

Depois disso as oportunidades surgiram para os dois lados, mas a rede só voltou a balançar aos 14min00, quando Macdovall em uma cobrança de penalidade perfeita estufou a rede de Di Fanti.

No final da primeira etapa, Macdovall acertou um ‘sem pulo’ que teria o destino das redes, se não fosse a intervenção do goleiro São Paulino.

No segundo tempo a primeira grande chance foi de novo do São Paulo. Com dois minutos Léo finalizou forte, mas Guitta desviou, realizando uma bela defesa.

Aos 07min00 os donos da casa voltaram a levar perigo ao gol de Guitta. Bocão entrou driblando na ala direita e chutou forte, o goleiro da Intelli, atento, espalmou para escanteio.

Na metade do segundo tempo, o fixo Edgar acertou um chute praticamente indefensável contra a meta de Di Fanti, mas o goleiro realizou seu segundo milagre na partida e desviou para a linha de fundo.

Bocão voltou a ter a chance de colocar o tricolor na frente aos 13 minutos. O jogador recebeu passe dentro da área e de costas para o gol tocou de letra, a bola passou por Guitta e acertou a trave intelliana.

Depois de ter a meta ameaçada por duas vezes, a Intelli deu o troco e não desperdiçou. Leandro recebeu a bola dentro da área e tocou no canto esquerdo do goleiro, que dessa vez nada pode fazer.

O time de Orlândia mal teve tempo de comemorar e no minuto seguinte, em cobrança de falta, Jé recebeu a bola ao lado da trave e só teve o trabalho de empurrar para as redes, igualando o marcador faltando três minutos para o final.

Os minutos que se sucederam foram de fortes emoções, com chances reais dos dois lados, mas que não passaram das mãos dos goleiros, que estavam em noite iluminada, com isso o placar se encerrou em 2 a 2.

Argentina derrota o Irã e conquista o terceiro lugar do Grand Prix

Argentinos comemoram muito o teceiro lugar no Grand Prix (Foto: Zerosa Filho/CBFS)
Texto: globoesporte.com

A Argentina bateu o Irã, neste sábado, na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus, e conquistou o terceiro lugar do Grand Prix de Futsal. Com o bronze, os argentinos voltam a figurar no grupo dos quatro melhores depois de dois anos. Em 2010, os portenhos foram sétimos e, em 2009, ficaram em quinto. Já o Irã prova que tem história no Grand Prix e conquista mais um quarto lugar na competição. Nas outras três oportunidades, os asiáticos tiveram dois vice-campeonatos e outro quarto lugar.

A Argentina começou melhor e abriu o placar com Alamiro Valpo, aos sete minutos de jogo. O Irã não se abalou e, menos de dois minutos depois, arrancou o empate com Javid. Aos 15, Javid voltou a marcar e fechou o placar parcial em 2 a 1 em favor dos iranianos.

No segundo tempo, a Argentina voltou mais aguerrida e conseguiu a virada. Aos sete, Planas completou cruzamento e empatou. Dois minutos depois, Gonzalez pegou rebote do goleiro e anotou o terceiro dos portenhos, que ainda fizeram 4 a 2, em contra-ataque, onde Valporaki chutou forte e sem chance de defesa.

Atordoado, o Irã tentou reagir para buscar o empate e passou a usar Hassanzadeh como goleiro-linha. Apesar da pressão, os iranianos não conseguiram criar boas chances de gol e ainda quase levaram o quinto em chutes de longe. Segura na defesa, a Argentina administrou bem o resultado e comemorou o terceiro lugar.

Maior surpresa do Grand Prix 2011, a Guatemala venceu o Paraguai por 5 a 3 (2 a 2 no tempo normal e 3 a 1 na prorrogação) e conquistou o quinto lugar da competição. Os gols da Guatemala foram marcados por Enriquez (duas vezes), Mérida, Aguilar e De León. Marcaram para os sul-americanos Diego Ortiz, Rejala e Alarcon. Foi a melhor participação da equipe da América Central no Grand Prix. Para os paraguaios, o sexto lugar significa um retrocesso em relação à última edição, quando ficaram em terceiro.

Apesar da má campanha, um personagem da seleção do Paraguai teve um destaque à parte neste Grand Prix. Trata-se do técnico Francisco Carosini, que está à frente do selecionado de seu país desde o início do ano. Com um jeito peculiar de se portar, Carosini chamou a atenção quando dirigiu o time trajando um terno impecável, nas duas primeiras rodadas da primeira fase, quando sua equipe enfrentou Costa Rica e Rússia, respectivamente.

A partir da terceira rodada, porém, a “elegância” de Carosini sucumbiu ao forte calor de Manaus, fazendo o técnico trocar o terno pelo uniforme da comissão técnica. Neste sábado, o treinador tratou de explicar a predileção por figurinos mais formais.

- O esporte é um grande espetáculo e, quando você vai a um espetáculo, você tem que estar arrumado, seja você artista ou expectador – filosofou ele, que diz se inspirar no técnico de futebol do Barcelona, Josep Guardiola, que sempre vai a campo com uma vestimenta impecável. – Técnico tem que ter estilo - disse.

Avaliando a campanha paraguaia, ele diz que a participação da seleção no Grand Prix foi válida, apesar do modesto sexto lugar.

- Estamos formando um time para as eliminatórias da Copa do Mundo e já vejo uma evolução em relação ao grupo que disputou a última Copa América – comentou Carosini, que assistiu a Paraguai x Guatemala da arquibancada do Amadeu Teixeira, por conta de uma suspensão.

Em jogo que valeu a disputa pelo sétimo lugar, o Uruguai venceu a República Tcheca por 4 a 2, gols de Llama, Ignácio Salgués, Pablo Lanza e Xaiver Medina, com Seidler, Slma e Novotthý. A sétima colocação uruguaia representa uma melhora em relação aos dois últimos torneios que a equipe disputou. Em 2009, o time celeste terminou em 13º, e, em 2008, ficou com a 11ª colocação. A melhor posição do Uruguai no Grand Prix foi em 2005, quando terminou em quarto lugar, mas a disputa à época era com seis equipes. Em 2007, com 15 seleções, os sul-americanos também ficaram em sétimo.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Intelli contrata atleta japonês que já estreou e com vitória


NAOKI, AGORA NA INTELLI, JÁ DEFENDEU A SELEÇÃO JAPONESA

O primeiro atleta estrangeiro a vestir a camisa alvigrená da ADC Intelli/Orlândia vem da província de Yamanashi, no Japão, famosa por ser o local que abriga o Monte Fuji.

Naoki Yokozawa foi contratado pelo time de Orlândia (SP) e estreou nesta terça-feira (18) na cidade de Luis Antônio, na goleada intelliana para cima de Serrana, pelo placar de 8 a 3, em partida válida pelo Campeonato do Interior.

O jogador foi utilizado pelo técnico Cidão no segundo tempo do jogo e já almeja fazer história pela equipe paulista:

_ “Meu sonho é ser um jogador que traz boas emoções ao torcedor da Intelli, meu objetivo é ser lembrado positivamente por aqui depois de minha passagem.” Disse

O reforço orlandino tem 35 anos, é canhoto e atua na posição de ala, mas ressaltou que se precisar também pode atuar de pivô, alias, Naoki realizou um curso a distância ministrado por um professor exemplar da posição:

_ “No Japão é imensa a gama de dvds com jogos de brasileiros e eu comprava muitos do Lenísio, tenho ele como ídolo, acredito que seja um dos maiores goleadores do mundo e assistia muitas vezes para tentar aprender algo.” Explicou

Mas se tratando de brasileiro, não foi apenas o pivô Lenísio que encantou Naoki. A culinária de nosso país também o deixou extasiado, porém, nada de complicações, o japonês se declara apaixonado pelo feijão e pela caipirinha.

Por outro lado, o churrasco, um chamariz para os estrangeiros que vem ao Brasil, não seduz o atleta. Há três anos ele optou por não mais ingerir carnes bovinas, suínas e de aves e por um motivo especial:

_ “Decidi assim por ser um atleta, como apenas peixes e inclusive cozinho também, me sinto bem assim, não posso engordar.” Se diverte

A preocupação de Naoki com a boa forma tem explicação. Ele é um dos poucos atletas japoneses que atuam fora do país, é reconhecido por lá por esse motivo e quer ser um exemplo para os que estão começando nesse esporte, além disso, espera mostrar aos seus conterrâneos que o melhor salonismo do mundo é brasileiro:

_ “Hoje meu povo adora o futsal espanhol, inclusive, o técnico da Seleção Japonesa é um espanhol, mas isso se deve ao fato de ter um jogador japonês atuando na Espanha, com minha vinda para a Intelli, espero que voltem a prestar atenção no futsal daqui, que na minha opinião, é sem dúvida o melhor do mundo.

A carreira
Quando garoto, Naoki Yokozawa, era jogador de futebol society e de futebol de campo e sua primeira experiência no Brasil, em 1995, foi justamente para adquirir experiência no Santo André, equipe de futebol de campo da cidade de mesmo nome, no grande ABC paulista, onde permaneceu por seis meses.

De volta ao seu país, continuou praticando o futebol, até que aos 21 anos conheceu o futsal e nunca mais deixou de praticá-lo. Em seu primeiro ano na modalidade conquistou o Campeonato Japonês pelo PSTC Londrina, dois meses depois desembarcava novamente no Brasil, dessa vez em Cascavel (PR), onde atuou na equipe do Colônia Cascavel e fez parte do grupo campeão paranaense de 2003.

Em 2004 retornou ao Japão e as boas atuações na temporada daquele ano e em 2005 lhe renderam algumas convocações para a Seleção de seu país, mas até nesse momento a ligação com o futsal verde e amarelo ficou evidente, já que o técnico que o levou para o selecionado, foi o brasileiro Sérgio Sapo, que na ocasião dirigia a Seleção do Japão

Embalado pelas convocações, o ala recebeu propostas para atuar na Tailândia e aceitou, mas não sem antes passar pelo seu segundo país, o Brasil, onde permaneceu por três meses, em um período de testes no time de futsal do São Caetano. Depois disso, em 2007, seguiu para a Tailândia, onde atuou em várias equipes ao longo de quatro anos, sendo a última, a Port Authority Of Thailand Football Club, que defendeu até o final de 2010.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Agora é para valer, Darlan está de volta e com gol


CONTRA SERRANA, DARLAN MARCOU O GOL 'ESTOU DE VOLTA'

O vigésimo terceiro minuto da partida entre ADC Intelli e Serrana, que aconteceu em Luis Antônio na noite desta terça-feira (18), pelo Campeonato do Interior, foi o momento mais importante dos últimos cinco meses e 15 dias na vida do garoto Darlan.

A Intelli venceu pelo placar de 8 a 3 e aos 23 minutos, o ala, que atuou pela última vez em 18 de abril, por conta de uma lesão no joelho, voltou a utilizar sua maior arma, a perna esquerda, para marcar o quinto gol intelliano.

Oficialmente o jogador retornou na segunda partida da semifinal do Campeonato Paulista, diante da AABB no último sábado, mas entrou apenas para uma cobrança de falta:

_ "Depois de todo esse tempo, os segundos diante da AABB foram gratificantes, mas confesso que ficou um gostinho de quero mais, hoje pude jogar um bom tempo e ainda fazer um gol, sai plenamente satisfeito." Declarou o jogador

Além do gol e de atuar por um período satisfatório, outro fator deixou o ala ainda mais empolgado:

_ "Não senti dores, isso foi o mais importante, agora é ganhar ritmo e ajudar a Intelli nas competições restantes na temporada." Explicou

O catarinense de apenas 23 anos ainda se emociona ao lembrar do período lesionado e espera recuperar o tempo perdido:

_ "Para um atleta é muito complicado estar de fora, estamos acostumados a viagens, jogos, treinos intensos e de repente se ver em uma sala de fisioterapia é angustiante, tinha muitos planos para essa temporada, que se foram, infelizmente perdi quase um ano em minha carreira, mas agora vou me desdobrar para conquistar títulos pela Intelli, voltar a brigar por uma vaga na Seleção e deixar para trás de vez esse período." Desabafou

Brasil vence e termina com 100% de aproveitamento

Manaus (AM) - A Seleção Brasileira de Futsal terminou a primeira fase do 7º Grand Prix de Futsal com 100% de aproveitamento. Nesta terça-feira (18/10), pela última rodada do grupo A, o time verde e amarelo derrotou a Holanda por 5 a 2 na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM), e chegou à terceira vitória consecutiva na competição.

O resultado também confirmou a liderança do grupo A para o Brasil, que fez nove pontos e agora encara o Uruguai, segundo colocado da chave C, nas quartas de final. O confronto será realizado na próxima quinta-feira (20/10), às 20 horas (horário local – 22 horas no horário de Brasília), na Arena Amadeu Teixeira.

Já a Holanda, com a derrota, foi superada pela Guatemala e terminou em terceiro lugar, com três pontos. Eliminada das quartas de final, a equipe europeia enfrenta na quinta os Estados Unidos, em partida válida pela disputa do nono ao décimo sexto lugar. O confronto será realizado no ginásio do Sesi, às 12 horas (horário local – 14 horas no horário de Brasília).

Lukaian, um dos destaques brasileiros na partida, ressaltou a vitória e admitiu que a equipe se poupou. “Hoje o nosso sistema defensivo foi melhor, tínhamos essa preocupação de arrumar a defesa e conseguimos. Depois, diminuímos o ritmo um pouco porque o calor é muito forte e temos que evitar esse desgaste para chegar bem nas quartas de final”, disse.

Com dois gols marcados, ele se disse feliz, mas quer produzir mais. “Eu fico feliz pela boa atuação que tive, mas estou muito longe do que posso fazer. Seleção Brasileira sempre exige um nível mais alto, e eu vou trabalhar para continuar melhorando e garantir uma vaga na Mundial”, resumiu.

O jogo
A Seleção Brasileira começou com mais posse de bola, mas tinha dificuldades de penetrar na defesa adversária. Rodando muito a bola, os brasileiros tomaram um susto aos 7min32, quando Allouch carregou a bola e chutou cruzado para abrir o placar para os holandeses, que comemoraram muito o gol.

Porém, a alegria dos batavos durou pouco. Aos 8min01, Falcão recebeu passe na área e chutou de primeira para empatar. Logo depois, aos 9min43, Lukaian acertou chute forte e virou o placar. Na sequência, o técnico brasileiro Marcos Sorato acabou expulso pelo árbitro, mas o time verde e amarelo não se abalou.

Com domínio do jogo, a Seleção não sofria ameaças, e procurava o momento certo para ampliar a vantagem. Aos 13min36, Lukaian apareceu novamente. Em cobrança de falta ensaiada, ele recebeu passe e encheu o pé para anotar o terceiro gol.

No segundo tempo, a Seleção Brasileira diminuiu o ritmo. Administrando mais o jogo, os brasileiros seguiram superiores e desperdiçaram chances. Os holandeses tiveram ousadia e foram ao ataque, mas só levaram perigo em chutes de longa distância.

No fim do período, a partida voltou a ficar agitada. Fernandinho, aos 34min02 e aos 34min42, marcou para o Brasil, e, aos 36min01, Allouch descontou para a Holanda, fechando o placar em 5 a 2.

Intelli goleia Serrana em noite memorável para o torcedor orlandino


CONTRA SERRANA, DARLAN MARCOU O GOL 'ESTOU DE VOLTA'

A ADC Intelli/Orlândia voltou a se isolar na liderança do Campeonato do Interior, com nove pontos em três jogos, ao vencer na noite desta terça-feira (18) a equipe do AD Serrana Explosão, pelo placar de 8 a 3.

O confronto ocorreu na cidade de Luis Antônio, já que a quadra de jogo do ginásio de Serrana não oferece as medidas de 36 x 18, dimensões exigidas pela Federação Paulista de Futsal para esta competição.

Leandro abriu e fechou a contagem do primeiro tempo, mas Cris e Marinho também estufaram as redes para a equipe de Orlândia, enquanto Everton fez o gol solitário de Serrana na primeira etapa, estabelecendo 4 a 1 no período inicial.

Aos três minutos do segundo tempo, o ala Darlan, que não atuava desde 18 de abril, por conta de uma lesão no joelho, marcou o quinto gol intelliano. Augusto, Macdovall e Marlon também balançaram a rede serranense e do lado dos donos da casa, Everton e Pedrinho encerraram a contagem em 8 a 3.

Segundo tempo movimentado e histórico
A segunda etapa do duelo em Luis Antônio foi repleta de acontecimentos, alguns inéditos, outros nem tanto, mas que com certeza já entraram para a história da ADC Intelli.

No início do período, o garoto Darlan, ídolo da torcida de Orlândia, voltou a abusar de sua potência e habilidade depois de cinco meses e meio sem atuar e com seu gol, emocionou todo o elenco e a torcida intelliana, presente ou não no ginásio.

Pouco depois do gol ‘estou de volta’ de Darlan, o ala Paulinho foi expulso, mas ao invés de sofrer o gol quando estava com um jogador a menos, foi a Intelli quem marcou, com Macdovall, apenas nove segundos após a expulsão.

Minutos depois a euforia se completou com a estreia do primeiro estrangeiro a vestir a camisa da ADC Intelli. O japonês Naoki, mais novo contratado da equipe alvingrená, entrou em quadra na segunda metade do tempo final e levantou a torcida orlandina, que compareceu representada pela torcida organizada, Intelloucura.

Sem dúvida, são momentos que já entraram para a 'galeria de momentos inesquecíveis' do torcedor intelliano.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Willian é liberado e não é mais jogador da ADC Intelli

WILLIAN NA PARTIDA CONTRA CARLOS BARBOSA DIA 01/10
Foto: Márcio Damião

O pivô Willian não faz mais parte dos planos do técnico Cidão para o restante da temporada da ADC Intelli/Orlândia.

O jogador de 24 anos foi comunicado de seu desligamento, no início da tarde desta segunda-feira (17), pelo presidente da equipe, Roberto Oliveira.

Willian fazia parte do elenco alvigrená desde agosto de 2010 e neste período realizou 78 jogos, marcando 14 gols. Em 2011 foram 55 jogos e 08 gols pela agremiação orlandina.

Rússia conta com o talento brasileiro para fazer história no Grand Prix

Pula, Cirilo e Gustavo, brasileiros da seleção da Rússia de futsal
(Foto: Flávio Dilascio/GLOBOESPORTE.COM)
Apontada pela crítica como maior adversária do Brasil na disputa pelo título do Grand Prix de Futsal 2011, a Rússia conta com o talento brasileiro para apimentar ainda mais a rivalidade. Cabeça do grupo B, os russos têm, nada menos, que três brasileiros em seu elenco. Paulistas, Cirilo e Pula jogam no Dínamo de Moscou, enquanto o goleiro gaúcho Gustavo atua pelo Cibiriak, também da Rússia. Os três já moram no país euro-asiático há bastante tempo.

Estou na Rússia há sete anos, casei com uma russa e tive os meus dois filhos lá. O convite para a naturalização para fazer parte da seleção foi uma consequência de uma vida construída lá – afirma Gustavo, de 32 anos, que mora na gélida Sibéria, na parte asiática do país.

Brasileiros no futsal russo são uma cena bem comum. Com uma liga forte, o país vem atraindo mais e mais brazucas com o passar dos anos. Apesar do clima frio, o grande atrativo para uma transferência são a qualidade de vida, os altos salários e as condições de trabalho consideradas como ideais.

Ex-jogador da Ulbra e do Carlos Barbosa, Gustavo não se arrepende da mudança de país, mesmo tendo a possibilidade de enfrentar o Brasil.

- Gosto muito do Brasil, mas me sinto em casa na Rússia, mesmo porque o número de brasileiros jogando por lá é enorme. Fazemos reuniões periódicas e estamos sempre juntando nossas famílias, o que reforça ainda mais o sentimento pelo novo país – destaca o goleiro.

Realista, ele reconhece que é muito provável um confronto entre Brasil e Rússia na fase final. E não teme ao falar que fará de tudo para sair com a vitória.

- Como a Espanha e a Itália não vieram, Brasil e Rússia são os favoritos. Eles mais até do que a gente. Só que nós também queremos o título, embora nossa prioridade esse ano seja o Campeonato Europeu e as eliminatórias para a Copa do Mundo - ressalta.

Aos 30 anos, Vagner Caetano Pereira, o Pula, é um dos principais nomes do futsal russo. Artilheiro da última Copa do Mundo, com 16 gols, ele diz que sentiu um pouco de dificuldade quando trocou o Brasil pela Rússia, em 2004.

- No início, foi difícil me adaptar ao frio e ao idioma, mas depois me acostumei e hoje sou muito feliz lá – frisa o atleta, que admite o favoritismo do Brasil. – Nós temos boas chances de levar o Grand Prix, mas o grande favorito é o Brasil – completa.

Nascido no bairro de Itaim, na Zona Oeste de São Paulo, Pula atuou por Corinthians, Intelli e Carlos Barbosa antes de aceitar o desafio de ir para a Rússia. Casado há sete anos, ele diz que a malandragem brasileira é um dos maiores atrativos para os russos investirem em jogadores do Brasil.

- Nós brasileiros temos aquela malandragem típica daqui e o talento que é passado de geração para geração. Os russos admiram muito isso e o nosso estilo de jogo acaba encaixando bem, porque eles têm um futsal muito tático – analisa ele, que, no entanto, ressalta que a Liga Futsal ainda é a competição nacional mais forte do planeta.

- O campeonato russo é muito bom, mas a Liga do Brasil ainda é a mais forte – elogia ele, embora não tenha planos de voltar ao país natal.

Artilheiro da seleção russa na primeira rodada, Cirilo Tadeu Cardozo Filho está na Rússia desde 2003. Pivô oportunista e habilidoso, chamou a atenção do mercado estrangeiro ao destacar-se por Ulbra e Joinville, no início da última década.

Paulista, chegou a atuar pela seleção brasileira, antes de naturalizar-se russo. Hoje acostumado à sua nova nacionalidade, ele diz que enfrentar o Brasil era difícil, em um primeiro momento.

- Ouvia o hino brasileiro e ficava emocionado. Na primeira vez que enfrentei o Brasil, fiquei um pouco tenso. Agora já estou acostumado. Apesar de amar o meu país, quando a bola rola é cada um para o seu lado.

Cirilo enfrentou o Brasil em três oportunidades, tendo sido derrotado em todas as partidas. Para um eventual confronto neste Grand Prix, ele espera um novo desfecho.

- Chegou a hora de vencer o Brasil. A Rússia vai buscar fazer o seu jogo aqui em Manaus – finaliza o camisa 11 russo.

A Rússia entra em quadra nesta segunda-feira, quando enfrenta o Paraguai, às 19h, com transmissão ao vivo do SporTV. O time lidera o grupo B, com três pontos e saldo positivo de 12 gols.

Reportagem de Flávio Dilascio
Direto de Manaus, AM
Globoesporte.com

Brasil passeia contra Angola na segunda rodada do Grand Prix

Vinícius, do Brasil, marca Chiquito, de Angola
(Foto: Cristiano Borges/CBFS)

O Brasil voltou a dar show no Grand Prix de Futsal, nesta segunda-feira em Manaus. Em sua segunda partida no torneio, a equipe canarinho goleou Angola por 10 a 1, na Arena Amadeu Teixeira. Ainda no primeiro tempo, a seleção brasileira já havia superado a vitória da estreia, contra a Guatemala por 5 a 0, e abriu 7 a 0. No segundo tempo, o time baixou o ritmo e deixou os angolanos ameaçarem, mas conseguiu administrar o placar.

- A bola é ruim, muito viva, e estamos escorregando um pouco, mas no próximo jogo vamos consertar tudo isso - explicou Lukaian, autor de dois gols na partida.

Apesar da vitória e da liderança do grupo A, com seis pontos, o Brasil ainda não está classificado às quartas de final. Para passar sem depender de mais ninguém, a seleção precisa empatar com a Holanda nesta terça-feira, às 21h (horário de Brasília), novamente no Amadeu Teixeira. O SporTV transmite ao vivo.

Com menos de dois minutos, Valdin abriu o placar, ao driblar um adversário e chutar com força, sem chances para Lukeny. O camisa 13 estava com tudo e distribuiu dribles, inclusive uma caneta que levantou a torcida manauara. Apesar do domínio brasileiro, Angola quase empatou com chute de Félix no contra-ataque. A resposta brasileira foi imediata: Vinícius tabelou com Valdin e marcou o segundo gol da seleção.

O treinador Marcos Sorato logo trocou o time, mas o show continuou. Falcão quase fez um golaço de bicicleta aos 10 minutos de jogo. Mais tarde, com o quinteto titular de volta à quadra, Vinícius fez o terceiro, ao completar chute forte de Simi, com 14 minutos de jogo. Um minuto depois, foi a vez de Gadeia acertar uma bomba da intermediária, no ângulo direito, e ampliar a 4 a 0.

Aos 17, Anderson quase diminuiu, mas sua bola por cobertura saiu ao lado do gol. Mais uma vez, o Brasil respondeu em seguida. Carlinhos recebeu passe de Falcão e colocou na segunda trave para Lukaian fazer o quinto. Ainda houve tempo para Falcão tentar um gol de trás do meio de campo, que Lukeny impediu no susto. Com 52s restando, o jogador do Santos enfim deixou o seu, chutando no ângulo direito. Gadeia fez 7 a 0 antes do intervalo, após roubar a bola no campo do adversário e chutar no contrapé do goleiro.

- Tem jogo que você entra concentrado e tem jogo que você entra displiscente, e foi como entramos hoje. Foi isso que conversamos na nossa parada técnica, e funcionou - disse o exigente Falcão.

Embora a crítica tenha sido feita em relação ao primeiro tempo, essa foi a impressão que o time passou ao entrar no segundo tempo. O oitavo gol só saiu com quatro minutos, num chute rasteiro de Lukaian em bola rolada por Falcão, após acertar duas bolas na trave. O gol fez o técnico angolano, Benvindo Inácio, trocar o goleiro e lançar Sebas na posição. De pouco adiantou: Falcão logo marcou o nono com um toque sutil, encobrindo o arqueiro.

A vantagem relaxou o Brasil e Angola, após muita insistência, diminuiu aos nove minutos. O goleiro Djony defendeu dois chutes à queima-roupa seguidos, e não teve chances de impedir o gol na terceira tentativa, em chute de Cesário. O público manauara não se incomodou e aplaudiu o gol dos angolanos, que comemoraram com danças típicas do país.

O Brasil voltou a atacar e enfim marcou o décimo gol aos 13 minutos, em bomba de Rodrigo do meio da rua. Com o resultado garantido, a equipe deu espaço e Angola ameaçou algumas vezes, parando sempre em Djony. Quando um chute passou pelo goleiro, a dois minutos do fim, Carlinhos salvou em cima da linha, de carrinho. Cesário ainda aproveitou para completar uma lambreta em cima de Vinícius.

- Muito difícil jogar com o Brasil, eles são muito rápidos. O Brasil é o melhor time do mundo - disse Cesário, que chama a lambreta de "cabreto" em seu país.

Após a partida, o time angolano inteiro tirou fotos com o ídolo Falcão, que elogiou Cesário.

- Ele joga muito. O Sorato disse que não podíamos levar drible dele, mas não tem como, a velocidade dele é impressionante - reconheceu Falcão.

domingo, 16 de outubro de 2011

Brasil abre Grand Prix com vitória sobre a Guatemala

Brasil começou bem a campanha no 7º Grand Prix de Futsal
Foto: Cristiano Borges/CBFS
Manaus (AM) - O 7º Grand Prix de Futsal começou com vitória do Brasil sobre a Guatemala. Em jogo realizado na manhã deste domingo (16/10), os brasileiros bateram os guatemaltecos por 5 a 0, na Arena Amadeu Teixeira, em Manaus (AM), em partida válida pelo grupo A da competição.

Além dos dois países, a chave é composta também por Angola e Holanda, que se enfrentam às 16 horas (horário local – 18 horas pelo horário de Brasília). Nesta segunda-feira (17/10), o Brasil encara Angola, às 19 horas (horário local – 21 horas pelo horário de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV.
O Brasil não demorou a abrir vantagem. Logo aos 2min04, Valdin tabelou com Jackson, que recebeu na área e chutou cruzado, vencendo o goleiro Mérida. Logo na sequência, foi a vez de Valdin receber uma assistência. O passe veio de Simi, que fez uma bela jogada pela ala direita e passou para o jogador do Santos ampliar para os hexacampeões mundiais.

Ainda no primeiro tempo Fernandinho fez o terceiro dos anfitriões. Ele aproveitou passe do ala Falcão e só teve o trabalho de empurrar para as redes, aos 15min59, fechando o marcador da primeira metade do confronto.

Na etapa final o Brasil utilizou o toque de bola para envolver os rivais. Em uma triangulação entre Valdin, Jackson e Falcão saiu o quarto tento verde amarelo, dos pés do camisa 12 brasileiro, aos 27min53. O placar foi fechado aos 38min49, quando o capitão Vinícius escorou um cruzamento de Fernandinho e fez o quinto tento verde-amarelo.

“Fizemos um bom jogo. Era uma estréia e tínhamos como objetivo não sofrer gols. No ataque oscilamos muito e perdemos algumas chances claras”, comentou o técnico do Brasil, Marcos Sorato. “Tivemos bons e maus momentos na partida, queremos que haja uma melhora para o próximo jogo”, disse.

Sorato avaliou os próximos adversários dos brasileiros na primeira fase do Grand Prix. “Angola e Holanda são duas seleções que não temos referências, nos últimos tempos e o que precisamos é analisar o vídeo do nosso jogo hoje, avaliar e corrigir os nossos erros para depois pensar nas outras equipes”.

As informações são da assessoria de imprensa da CBFS

sábado, 15 de outubro de 2011

Intelli carimba vaga na final do paulista com goleada

Macdovall marcou duas vezes no duelo contra a AABB
Foto: Márcio Damião

A ADC Intelli não tomou conhecimento da AABB/Mapfre, no segundo jogo da semifinal do Campeonato Paulista, que aconteceu neste sábado (15), no Maurício Leite de Moraes, em Orlândia e goleou pelo placar de 6 a 2, com gols de Marinho, Macdovall (02), Augusto, Cris e Genario, enquanto André Maluko e Cris marcaram para o time da capital.

Com o triunfo, a equipe de Orlândia confirmou mais uma vez sua hegemonia no estado de São Paulo, chegando à sétima decisão em nove anos.
Na final a Intelli enfrenta o Santos FC, que conquistou a vaga na última terça-feira, ao vencer o São Paulo/Marília por 6 a 3, depois de empatar o primeiro jogo em 5 a 5.
Os confrontos finais acontecem dia 25/10 em Santos às 19h15 e dia 28/10 em Orlândia às 21h00, caso aconteça dois empates, será disputado um tempo extra no segundo jogo e persistindo a igualdade, a Intelli, que tem a melhor campanha, será a campeã.
O jogo
O time da casa começou mostrando seu cartão de visitas e com 37 segundos de jogo abriu o placar. Marinho recebeu passe de Cris na ala direita e bateu com precisão no canto direito do goleiro Bagé, que não teve chances de defesa.
 A torcida só voltou a se levantar aos sete minutos. Em uma trama bem feita entre Willian, Caio e Augusto, o último finalizou, Bagé defendeu, Marlon pegou a sobra, voltou a finalizar, mas de novo, Bagé interferiu mandando para escanteio.
 Na metade da primeira etapa, Cidão promoveu o retorno de Darlan, depois de cinco meses e meio fora das quadras devido a uma lesão no joelho, o ala entrou para bater uma falta que por pouco não termina dentro das redes na finalização de Augusto.
Faltando oito minutos para o apito final, Cris desceu pela direita e tocou na área para Leandro, o ala driblou Bagé, mas foi derrubado pelo goleiro, pênalti. Na cobrança, Macdovall bateu no ângulo direito e aumentou para 2 a 0.
No minuto seguinte a Intelli aumentou, novamente em bola parada. Mir cometeu a sexta falta da AABB, em cima de Marinho, na cobrança Augusto bateu no canto esquerdo do goleiro, fazendo 3 a 0.
Aos 16min42, em uma cobrança de escanteio ensaiada, Marlon finalizou, a bola rebateu na defesa e voltou nos pés de Genario, que bateu forte, a bola tocou a trave direita do experiente Bagé e morreu no fundo da rede abebeana, 4 a 0, números finais da primeira etapa

No segundo tempo, assim como na primeira etapa, a Intelli jogou um ‘balde de água fria’ nas pretensões da AABB e com apenas 30 segundos de bola rolando voltou a marcar. Leandro invadiu a defesa pelo lado esquerdo e tocou para Cris, que colocou a bola no ângulo esquerdo, longe das mãos de Bagé, abrindo 5 a 0.
Pouco depois, em uma cobrança de escanteio a AABB diminuiu, em um belo gol de André Maluko, que finalizou de letra.
A rede só voltou a balançar na metade da segunda etapa, quando Cris diminuiu novamente para os visitantes, 5 a 2.
Logo depois do segundo gol, o técnico Cazu investiu em Martin na função de goleiro linha, tática que durou pouco tempo, faltando seis minutos para o final, em uma finalização frustrada do time da capital, a bola terminou nas mãos do arqueiro Guitta, que bateu por cima e viu o ‘goleiro’ Martin defender fora da área, para se expulso em seguida.
Menos de um minuto depois, a Intelli soube aproveitar o fato de estar com um jogador a mais. Depois de quase marcar segundos antes, Marinho driblou dois adversários no lado direito da quadra e tocou para Macdovall, que não teve trabalho para ampliar e fechar a contagem, 6 a 2, e a Intelli vai à busca de seu terceiro título estadual.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Guitta completa 250 jogos defendendo a ADC Intelli

Além de ser um duelo que define o futuro da ADC Intelli no Campeonato Paulista Série A1, a partida entre a equipe de Orlândia e a AABB/Mapfre, que acontece neste sábado (15), no ginásio Maurício Leite de Moraes, terá um sabor especial para o goleiro Guitta.

Neste jogo o camisa 19 intelliano completa 250 partidas vestindo a camisa alvigrená e quer comemorar com a obtenção da vaga na final:
_ “Para a festa dos 250 jogos ser completa, temos que sair de quadra com a vaga na final garantida.” Disse

E se depender das estatísticas deste arqueiro de 24 anos, o torcedor orlandino tem grandes chances de celebrar a vaga. Desde que estreou pela equipe sub 20 da Intelli, em 2006, Guitta jamais ficou de fora de uma decisão de estadual. Em 2006, foi campeão Paulista sub20 e no ano seguinte ficou com o vicecampeonato, ainda pela categoria sub20.
Em 2008, em seu primeiro ano na categoria principal, o arqueiro  ajudou a conduzir o time de Orlândia até a decisão e tomou gosto, nos anos que se sucederam, a Intelli chegou às finais de 2009 e 2010, sempre com a presença de Guitta

No ano passado, além de chegar a decisão, o goleiro conquistou o título que era inédito para sua carreira e elegeu a partida decisiva daquela temporada, como a inesquecível dentre os 250 jogos:
_ “Tiveram muitas inesquecíveis, mas o título de 2010, sem dúvida foi especial e inesquecível, já que nos dois anos anteriores tínhamos deixado o título escapar por detalhes mínimos e precisávamos muito daquela conquista.” Explicou

Além do título estadual em 2010, no mesmo ano, Guitta foi eleito o melhor jogador do estado de São Paulo, o que ele acredita ter resultado da sequência de seu trabalho em Orlândia:
_ “São 250 jogos, mais de cinco anos em Orlândia e isso ajuda demais para termos tranquilidade para trabalhar, ser escolhido o melhor jogador do estado e ser convocado para a Seleção Brasileira é fruto disso.” Comentou

O confronto contra a AABB acontece a partir das 18h00 e terá a transmissão do canal ESPN Brasil e da Orlândia Rádio Clube (www.orc.com.br).

Cidão confirma retorno de Darlan contra a AABB

Depois de mais de cinco meses, Darlan retorna contra a AABB

A apreensão que tomou conta da vida do ala da ADC Intelli, Darlan, nos últimos dias, chegou ao fim. Cidão, técnico da equipe de Orlândia, confirmou nesta semana que o jogador será relacionado para a partida deste sábado (15), entre ADC Intelli e AABB, pela semifinal do Campeonato Paulista série A1, depois de cinco meses e 15 dias da realização da cirurgia.

“Um atleta com a qualidade e o nível do Darlan tem que jogar se estiver em condições e ele já tem treinado normalmente a algum tempo, sei que se precisar dele em alguns momentos, vai corresponder.” Comentou o técnico Cidão

O ala de 23 anos lesionou o joelho na primeira partida do ano, dia 28 de fevereiro, quando a ADC Intelli enfrentou o Atlântico/Erechim (RS), pela Copa Gramado de Futsal, na ocasião uma ressonância magnética indicou uma ruptura que não exigia uma intervenção cirúrgica.

Após tratamento o concordiense voltou às quadras, mas pouco tempo depois as dores também voltaram, foi quando um novo exame indicou uma lesão de Ligamento Cruzado Anterior, o conhecido LCA, o que exigia que fosse realizada uma cirurgia, que aconteceu em 30 de abril.

O duelo do retorno de Darlan acontece no ginásio Maurício Leite de Moraes, em Orlândia, a partir das 18h00. O canal ESPN Brasil e a Orlândia Rádio Clube (www.orc.com.br) transmitem a partida ao vivo.

V&M/Minas tem reforço para Campeonato Mineiro e Taça Brasil

A V&M/Minas se reforçou para o Campeonato Mineiro e para a Taça Brasil, que acontecerá em Anápolis (GO), de 28/11 a 4/12, a equipe minastenista contratou o ala Thales Feitosa, que disputou a Liga Futsal pelo Krona joinville, o jogador já se apresentou e está treinando com os novos companheiros.

Thales da Mata Feitosa nasceu no dia 13 de abril de 1988, em Ubiratã, no Paraná. Ele tem 1m79, pesa 78 kg, e começou carreira no Cascavel. Thales ainda passou pelo Maringá, Pato Branco, além do Joinville. O jogador é tricampeão paranaense (2006/07/08) e bicampeão catarinense (2009/10).

O primeiro desafio de Thales Feitosa com a V&M/Minas será no dia 2/11 contra o Sociedade Esportiva Amigos/Cruzeiro. Este é o primeiro jogo do time minastenista no Campeonato Mineiro de 2011.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Santos espera anunciar novo patrocínio para o ano do centenário

O Santos busca um patrocinador master para manter a forte equipe semifinalista da Liga Futsal. Rompido com a empresa de móveis e garrafas plásticas que patrocinava o time desde o início da temporada, o Alvinegro Praiano quer um parceiro que arque com cerca de 50% das despesas do time. Segundo a diretoria santista, há negociações em andamento, mas a postura atual é de cautela, já que o clube quer um parceiro que fique até o fim de 2012, ano do centenário santista.

Segundo a diretoria do Peixe, o motivo do rompimento com o antigo patrocinador foi de inadimplência por parte do anunciante. Desde o jogo contra o Suzano, no dia 14 de agosto, o Peixe tem entrado em quadra sem logomarcas na camisa. Apesar do rompimento com seu principal anunciante, o Santos segue com seus dois patrocínios menores, que estampam suas marcas no calção da equipe.

- Estamos buscando uma empresa que fique conosco até o fim de 2012 e não apenas até o fim deste ano. Muitas propostas têm aparecido, mas nada daquilo que pretendemos para o clube. No próximo ano, precisamos de um parceiro forte para entrarmos de cabeça em ações de marketing envolvendo os 100 anos do Santos - explicou o diretor de esportes olímpicos santista, João Menano.

Segundo o supervisor de futsal do clube, José Alexandre Fiuza, o Barata, a captação do novo parceiro é essencial para a manutenção do forte elenco para a próxima temporada.

- A saída do nosso patrocinador master fez com que perdêssemos boa parte do financiamento do nosso futsal. Desde então, a diretoria do Santos está arcando com essas despesas, para não haver impacto nenhum do time. Em breve, creio que teremos um novo anúncio, que fará com que possamos manter o projeto no próximo ano - afirmou o supervisor.

O Alvinegro Praiano disputa a sua segunda Liga Futsal. Depois de uma participação discreta em 2002, o clube voltou à principal competição nacional este ano, contratando a base do Jaraguá, ausente da Liga 2011 por motivos financeiros.

Matéria de Flávio Dilascio (Sportv.com)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Suposta penalidade poderia ter mudado os rumos da Liga Futsal 2011

Momento em que Marlon é tocado pelo pivô Sinoê
Foto: Reprodução SporTv

O Carlos Barbosa está na semifinal da Liga Futsal 2011 e com justiça se for analisada sua campanha, afinal, a equipe se classificou na primeira fase atrás apenas do Santos FC, com 81,82 % de aproveitamento, após 17 vitórias, 03 empates e apenas 02 derrotas em 22 jogos.

Na segunda fase a equipe gaúcha se classificou em primeiro lugar no grupo B, conquistando 16 pontos em seis jogos.

Mas se ‘justiça’ for a palavra de ordem, a equipe multi campeã, que entre outras conquistas é a única equipe brasileira a ostentar o título de campeã mundial, feito que ocorreu em 2004, poderia estar fora da Liga Futsal 2011.

Na partida que terminou com uma vitória do time do sul por 3 a 2, em cima da ADC Intelli/Orlândia, no último dia 10 de outubro, um lance crucial poderia ter mudado os rumos da competição nacional.

Praticamente na metade da segunda etapa, quando restavam 11 minutos para o final e quando o placar apontava 2 a 2, o pivô da ACBF, Sinoê, foi driblado por Marlon. O jogador da Intelli entrou na área e foi impedido de seguir com o lance, depois de ser tocado na perna esquerda e derrubado pelo próprio Sinoê.

Imediatamente todo elenco intelliano pediu o pênalti, mas na opinião da dupla de arbitragem de Santa Catarina, Gean Coelho Telles e João Antônio da Silva, a infração não aconteceu.

Além da dupla de arbitragem e de componentes da equipe de Orlândia, opiniões neutras foram expressas. Presentes no Centro Municipal de Eventos, os profissionais da emissora Sportv, que faziam a transmissão da partida, foram contundentes em suas análises.

Sem o auxilio do recurso replay, o narrador Jáder Rocha afirmou que a infração deveria ter sido anotada:
_ “O Marlon foi tocado e o árbitro estava em cima.” Disse

O comentarista Marcelo Rodrigues concordou e explicou:
_ “O Marlon fez um drible muito preciso, tinha todo equilíbrio para fazer o passe e foi tocado, pênalti!”.

Já com o auxílio do replay, Rocha é ainda mais incisivo:
_ “Ele faz o giro no Sinoê, entra na área e sofre pênalti, é muito pênalti, a perna esquerda do Marlon é tocada pelo Sinoê.” Afirma

Verificando o replay, Rodrigues também volta a repetir sua primeira impressão:
_ “Pênalti claro, como dizia Marcelo Barreto, é muito pênalti!”

Mais tarde, depois de outro suposto erro de arbitragem, o comentarista voltou a lembrar da penalidade:
_ “Teve falta a favor de Carlos Barbosa, teve pênalti a favor de Orlândia, é brincadeira, tem que marcar, a arbitragem pede para arrumar problema para ela mesma, é impressionante.” Disse Marcelo Rodrigues

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Santos bate o São Paulo fora de casa e é o primeiro classificado para as finais do Campeonato Paulista

Em casa, o São Paulo não conseguiu segurar o ímpeto alvinegro

Com dois golaços do craque Falcão e em uma atuação inspirada de Valdin, o Santos FC bateu o São Paulo por 6 a 3, nesta terça-feira (11), e garantiu vaga para a decisão do Campeonato Paulista de Futsal. Na semifinal realizada no Centro Municipal Educacional Esportivo e Cultural de Marília (SP), além dos dois do melhor do mundo das quadras, Valdin, Neto, Jackson e Pixote marcaram os tentos da classificação santista. Luciano, Fuste e Felipinho descontaram para o rival.

“Nos últimos dias, não consegui treinar por causa de uma lesão na coxa esquerda. Fiquei em tratamento intensivo para esta partida, atuei bem e estou muito feliz por chegarmos a nossa primeira decisão. Todos estão de parabéns pelo empenho e por esta classificação”, disse Falcão.
Autor de um gol, de uma assistência e o jogador que sofreu a sexta falta no primeiro tempo, Valdin comemorou a vaga na decisão do Estadual. “Tive dois bons jogos contra o São Paulo e estou muito contente em ter ajudado a equipe nessa difícil classificação. Agora vamos com tudo para esta final, para que possamos comemorar este título”, declarou o ala, autor de quatro gols na primeira partida, que terminou empatada em 5 a 5.

Na decisão, o Peixe enfrentará o vencedor do duelo entre Intelli e A.A.B.B., que sairá no próximo sábado (15), em Orlândia (SP). No primeiro confronto, um empate de 2 a 2 em São Paulo (SP). A final ainda não tem data definida para ocorrer.
Mas antes cinco jogadores do Santos FC estarão com a Seleção Brasileira na disputa do Grand Prix de Manaus (AM), entre os dias 16 e 23 de outubro. O pivô Jé, que estava na lista de Marcos Sorato, sofreu uma lesão no posterior da coxa direita nesta terça-feira (11) e não seguirá com os santistas para a competição.

O próximo compromisso do Alvinegro Praiano agora serão os dois confrontos semifinais da Liga Futsal contra o Florianópolis (SC). As partidas ainda não têm datas definidas, mas é certo que o segundo duelo será disputado na Arena Santos.

O jogo
Precisando da vitória para ficar com a vaga na decisão, o Santos FC não esperou nem um minuto para fazer seu gol. Logo com dez segundos de partida, o Peixe inaugurou o marcador. Neto lançou Pixote na esquerda, que dominou no peito e mandou uma bomba no ângulo de Di Fanti.

O São Paulo empatou aos nove minutos. Felipinho recebeu na esquerda, limpou a jogada e, sem ângulo, mandou no canto de Djony.

Após dois minutos, os donos da casa viraram o confronto. No contra-ataque, Luciano foi lançado na cara do gol e tocou para as redes.
Aos 15, o Alvinegro Praiano iniciou sua reação na primeira etapa. Após Valdin sofrer a sexta falta, Jackson cobrou o tiro livre e chutou rasteiro no canto direito de Di Fanti.
E um minuto depois, veio o terceiro tento santista. Jé tentou o passe, a bola resvalou no adversário e sobrou para Falcão no centro da área. Em mais uma jogada de gênio, o craque deu um toquinho de cobertura por cima do arqueiro rival.

O Peixe ainda teve mais uma oportunidade no primeiro período após a marcação da sétima falta a favor da equipe de Fernando Ferretti. Restando um segundo para o fim da etapa, Falcão aplicou um lençol em Tota, que pôs a mão na bola. Jackson foi novamente para a cobrança do tiro, mas Di Fanti defendeu.

No segundo tempo o Santos não deu chances ao rival e marcou o quarto com quatro minutos. Neto ficou com a sobra no centro da quadra e lançou Valdin no centro da área. De frente para o goleiro, o ala tocou para o gol.
Empolgado, o Santos FC fez o quinto no minuto seguinte. Valdin lançou Neto em profundidade na direita. O fixo avançou até ficar cara a cara com Di Fanti e estufar as redes.

Atrás no marcador, o São Paulo entrou com Leandro como goleiro-linha aos 11 minutos.

Em seguida, saiu o gol mais bonito do jogo. E foi de Falcão. Na tentativa do adversário com cinco jogadores no ataque, a sobra ficou com o melhor do mundo das quadras. Ele chutou pela alto, a bola viajou toda a quadra e morreu no ângulo dos donos da casa.

Aos 18, o rival fez o último gol do clássico em chute do centro de Fuste.

Foto e texto: Site oficial santosfc

domingo, 9 de outubro de 2011

Santos e São Paulo empatam no primeiro jogo da semifinal do paulistão

Deives fez o passe para o quinto gol santista
Foto: Ricardo Saibun

A primeira partida entre Santos e São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista de Futsal, foi eletrizante. O jogo teve dez gols e as equipes empataram em 5 a 5, em duelo realizado neste sábado (08), na Arena Santos, Valdin fez quatro dos cinco tentos do Peixe e Jackson fez o outro do time alvinegro, que ficou em desvantagem até o último minuto da partida. Johnny (2), Tota (2) e Melo marcaram para a equipe rival.

Com o resultado, a equipe santista precisa de uma vitória no jogo da volta para garantir uma vaga na decisão. Em caso de novo empate, o classificado sairá na prorrogação (dois tempos de cinco minutos), onde o São Paulo tem a vantagem da igualdade por ter melhor campanha durante o Estadual. O segundo confronto será realizado na próxima terça-feira (11), às 19h45, no Centro Municipal Educacional Esportivo e Cultural de Marília (SP).

No jogo foi o São Paulo que marcou primeiro, aos 14, após boa chance de Jackson, o rival partiu em contra-ataque e Tota recebeu livre na segunda trave para fazer.

Depois do gol o Santos teve chances para empatar, mas não o fez e foi para o vestiário em desvantagem no placar, para piorar, aos dois minutos, o adversário ampliou. Johnny tabelou com Tota e colocou no canto de Djony.

Depois disso o Santos foi para cima com Falcão como goleiro-linha. E dois minutos depois, enfim, conseguiu balançar as redes, com dois gols consecutivos de Valdin, marcados aos quatro minutos. No primeiro, o camisa 13 chutou de bico da ala direita e o goleiro Di Fanti viu a bola tocar em sua perna e entrar para o gol. O empate saiu após passe de Pixote da esquerda, que Valdin colocou para o gol ao aparecer livre na segunda trave.

Mesmo com a igualdade, Ferretti permaneceu com o goleiro-linha. Aos dez, foi a vez de Pixote também vestir a camisa amarela do arqueiro ofensivo.

Só que com 12 minutos, o São Paulo voltou a ficar à frente no placar e partir daí, os gols desandaram a ocorrer no clássico. Falcão tentou o passe, Melo se antecipou e tocou para o gol vazio.

Mas no mesmo minuto, o Santos FC chegou ao empate novamente. O ‘goleiro’ Falcão recebeu no centro e mandou uma bola. A bola desviou em Valdin e entrou.

Depois de um minuto, um novo erro colocou o rival em vantagem mais uma vez. Jackson tentou o passe no centro e a bola sobrou para Tota fazer o quarto.

Aos 19, o Peixe sofreu mais um com o gol vazio, após Johnny roubar a bola no centro da quadra e tocar para as redes.

Ainda aos 19, Valdin marcou seu quarto tento no desafio. Neto chutou da direita, Di Fanti deu rebote e o ala colocou para o gol.

Até que faltando 50 segundos para o fim do confronto, o Alvinegro Praiano mostrou fôlego e empatou o clássico pela terceira vez. Deives passou para Jackson no centro, que girou e mandou uma bomba para as redes, final, 5 a 5.

Informações do site do Santos FC

Intelli faz o último treino antes de pegar o Carlos Barbosa pela Liga Futsal

CIDÃO TRABALHOU COM TODAS AS POSSIBILIDADES QUE PODEM OCORRER NO DUELO
A delegação da ADC Intelli já está no sul do país, onde nesta segunda-feira (10), enfrenta o Carlos Barbosa (RS), em uma verdadeira decisão pela última vaga nas semifinais da Liga futsal 2011.

O elenco está concentrado a 17 km do local do confronto, na cidade de Bento Gonçalves, mas pela manhã deste domingo (09), esteve no local da partida, o Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, para o último treino coletivo antes do embate.

No treino, o técnico Cidão realizou os últimos ajustes para a ‘decisão’ e trabalhou com todas as possibilidades que podem acontecer durante o jogo. Com isso, a equipe paulista encerrou a preparação e retornou imediatamente para o hotel onde está hospedada.
A partir do último treino, a palavra de ordem na Intelli é concentração, ingrediente que de acordo com o técnico Cidão, faltou no primeiro jogo entre as equipes, que terminou com um empate de 6 a 6.

_ “Agora é descansar e ter concentração total desde já, isso será de máxima importância, entramos um pouco dispersos em Orlândia, no primeiro jogo e isso quase nos custou muito caro, não podemos cometer os mesmo erros.” Explanou Cidão

A partida a que se refere o técnico aconteceu em Orlândia (SP), no último dia 01 e nos dez minutos iniciais a ACBF abriu 5 a 0 de vantagem. Porém, em uma reação extraordinária, o elenco intelliano teve forças para buscar a virada, sofrendo na sequência o gol de empate.

Com o empate no primeiro jogo, uma vitória simples para qualquer dos lados garante o vencedor na semifinal, se o confronto encerrar empatado no tempo regulamentar, haverá prorrogação e persistindo a igualdade, a partida terá cobranças de penalidades.

O canal SporTV e a Orlândia Rádio Clube (www.orc.com.br) transmitem a partida, ao vivo, à partir das 19h00 desta segunda-feira (10), direto do Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa.

sábado, 8 de outubro de 2011

Tyumen vence diante de sua torcida e sobe posições


Em mais uma desafio válido pela Superliga Russa de Futsal, a equipe do IFC Tyumen recebeu o Gazprom-Ugra, neste sábado (8), em casa e cumpriu seu papel jogando diante de sua torcida ao vencer pelo placar de 3 x 2.
O pivô Ferrão, do Tyumen, explicou que a vitória deste sábado foi importante, já que ambas as equipes ‘lutam’ por posições:

_ “Hoje aconteceu o que chamamos de jogo de seis pontos, quem ganhasse ficaria na frente na tabela e conseguimos o triunfo.” Disse

No jogo quem abriu o placar foram os visitantes, que abriram a contagem com pouco mais de três minutos decorridos da primeira etapa por meio de Nugumanov.

Instantes depois, Davidod empatou para os anfitriões e já no segundo tempo, Nugumanov, promoveu a virada no placar.

Na sequência, Abramovich ampliou para o Tyumen, mas na sequência, o brasileiro Robinho descontou, dando números finais ao duelo.

Com este resultado, o Tyumen tem sete pontos e ocupa a quinta posição na tábua de classificação, enquanto o Gazprom-Ugra caiu para a sexta colocação, somando seis pontos ganhos.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Falcão prega respeito ao Floripa, adversário do Santos na semifinal

Falcão faz trabalho regenerativo após partida contra o Cascavel
 (Foto: Divulgação/Vinicius Vieira-Santos FC)

Conquistada a inédita classificação para a semifinal da Liga Futsal, o Santos volta agora suas atenções para o adversário da próxima fase. Considerado o azarão dentre os semifinalistas, o Florianópolis chegou à penúltima etapa da competição, ao eliminar o Copagril, vice-campeão em 2010. Para Falcão, destaque santista, o time catarinense merece respeito e todo cuidado por parte do Santos, já que "equipe alguma chega a uma semifinal de Liga Futsal por acaso".

- O Florianópolis sabe que possui uma certa limitação técnica em relação às principais equipes da Liga e eles compensam isso com muita raça e disposição. A temporada deste ano está muito equilibrada e a tendência é que tenhamos uma semifinal difícil, assim como foram as quartas de final, contra o Cascavel - comentou Falcão.

Campeão da última Liga Futsal, pela Malwee, o jogador não vê a hora de repetir a façanha pelo seu clube do coração. Apesar da paixão pelo Santos, o ala ressalta que a responsibilidade da conquista é a mesma.

- Estou com uma camisa nova, mas a responsabilidade é a mesma. Nosso objetivo é o título - afirmou o camisa 12.

Outro que esteve na equipe campeã em 2010 é o fixo Índio, detentor de outros quatro títulos da Liga Futsal. Para o jogador, um dos objetivos do Santos já foi atingido, embora a meta ainda seja o título.

- Nosso primeiro objetivo era chegar à semifinal. Agora que chegamos, vamos buscar o título - disse Índio, que não se surpreendeu com o clima hostil enfrentado em Cascavel (PR). - Nós, que viemos de várias Ligas, já estamos acostumados com isso - completou.

Técnico do Santos, Fernando Ferreti parabenizou seu grupo pelo empate que garantiu o time na semifinal.

- Foi uma verdadeira batalha e a experiência da equipe foi fundamental para garantir esta classificação. Todos estão de parabéns por terem se portado tão bem e, claro, por terem assegurado esta vaga - destacou o treinador.

Informações: Sportv.com

Famoso nos campos, clássico ‘San-São’ vive seus momentos de glória no futsal a partir do próximo sábado

Santos e São Paulo estarão frente a frente pela terceira vez
Foto: Arquivo Santos FC

A 'batalha em Cascavel' travada pelo Santos na cidade paranaense na última terça-feira (04) e que culminou com a vaga carimbada para as semifinais da Liga Futsal 2011 já é página virada na equipe da baixada. Agora, as atenções do peixe se voltam para o Campeonato Paulista Série A1, competição em que o alvinegro inicia no próximo sábado (08), a luta pela vaga inédita na decisão da competição.

O Santos terá pela frente um clássico diante do São Paulo/Marília e o primeiro jogo acontece na Arena Santos, a partir das 18h00 do sábado. O confronto derradeiro ocorre em Marília, a partir das 19h45 da próxima terça-feira, os dois jogos serão transmitidos, ao vivo, pelo Canal SporTV.

O confronto já é um clássico das quadras, mesmo com a equipe santista, em sua nova fase, tendo apenas dez meses de existência, talvez pela grande rivalidade entre ambas, construídas nos campos de futebol. Fato é que a equipe de Marília e o representante de Santos realizaram dois jogos espetaculares na curta história desse duelo e seus torcedores já esperam ansiosos por mais um encontro, desta vez valendo vaga na decisão.

Para deixar Muricy boquiaberto:
As equipes se enfrentaram no Campeonato Paulista ainda na primeira fase da disputa, em um jogo de arrepiar, decidido apenas nos instantes finais. O jogo teve 14 gols, alguns inesquecíveis, e no fim o peixe confirmou seu favoritismo, vencendo pelo placar de 8 a 6.

Presente na Arena Santos na ocasião, o técnico Muricy Ramalho, bastante conhecido das duas torcidas, já que é o atual técnico do Santos nos gramados e teve uma passagem gloriosa, de três anos e meio na equipe tricolor, ficou extasiado com o espetáculo:

_ “A meninada parece que tá seguindo à risca os ensinamentos de Falcão, esse cara joga muito, hoje já está radicado no futsal, mas com certeza daria um craque nos campos.” Declarou Muricy, no intervalo do duelo

Figura conhecida das duas torcidas, Muricy prestigiou o San-São
Foto: Arquivo FPFS 

Nova vitória dramática:
Na segunda vez que estiveram frente a frente, as equipes voltaram a protagonizar momentos de emoção, de novo na Arena Santos. A partida, desta vez válida pela Liga Futsal, parecia que terminaria com uma goleada alvinegra, que abriu 3 a 0 com pouco mais de oito minutos, mas não foi isso que aconteceu. Deives, vice-artilheiro santista na temporada, com 37 gols, relembra o duelo:

_ “Conseguimos abrir uma boa vantagem, mas futsal é isso, uma vacilada e o São Paulo, que tem uma bela equipe, encostou no placar e o restante do jogo foi emocionante.” Explicou

Com a 'vacilada' citada por Deives, ainda na primeira etapa o time tricolor fez dois gols e foi para o vestiário com o placar apontando 3 a 2 para o Santos. No segundo tempo, depois de lances empolgantes dos dois lados, Falcão marcou de pênalti para o time da baixada, quando faltavam
cinco minutos para o encerramento e definiu o placar em 4 a 2.

Essa é a história de dois jogos inesquecíveis, que dão mostras do que será uma das semifinais do paulistão. Batizado de clássico San-São, pelo jornalista Thomaz Mazzoni, do jornal A Gazeta Esportiva, em 1956, o famoso embate dos campos terá agora seus momentos de adrenalina também nas quadras